Como conseguir melhores resultados com um Indicador

A escolha dos indicadores de desempenho e a execução do processo de gestão empresarial precisam ser atividades simples, rápidas e orientadas para o resultado operacional da empresa. A partir dessa análise, uma maneira diferente de enxergar e escolher os indicadores de desempenho e realizar a gestão empresarial de micro e pequenas empresas. A primeira pergunta que o empresário precisa responder é: o que está dificultando a sua empresa a ter resultado operacional. Apesar de parecer difícil, a resposta é simples, por exemplo:

  • A empresa tem pedido em carteira para os próximos três ou seis meses? Se a resposta for sim, o indicador de desempenho escolhido pela empresa não deve ser “aumento de faturamento”.
  • A empresa apresenta um alto grau de dependência de faturamento para um determinado cliente? Se a resposta for sim, o indicador de desempenho mais indicado pode ser “grau de dependência, número de novos clientes faturados ou número de visitas ou orçamentos realizados para novos clientes”.
  • A empresa sabe se o custo de fabricação do produto ou serviço calculado no orçamento foi atingido pela produção? Se a resposta for não, o indicador de desempenho mais indicado pode ser “custo operacional ou porcentagem de orçamentos com problemas de custo”.

INDICADORESPortanto, apesar de vários indicadores de desempenho serem aparentemente importantes, pode-se verificar que, para uma micro ou pequena empresa ter resultado, a escolha de três a cinco indicadores de desempenho a ajudaria a atingir o seu resultado operacional. Empresas que não se preocupam com os indicadores de desempenho e gestão empresarial podem estar comprometendo sua saúde operacional e sua existência. A escolha apropriada dos indicadores de desempenho e gestão empresarial pode contribuir com a produtividade e competitividade de uma MPE.  Pesquisasfeitas no Brasil afirmam que 60% das micro e pequenas empresas que morrem nos primeiros quatro anos de vida apresentam fortes evidências de falta de indicadores de desempenho e gestão empresarial deficiente Entre os possíveis ganhos em adotar os indicadores de desempenho e gestão empresarial, pode-se citar:

  •  entender o seu negócio buscando identificar e atuar nos riscos que podem estar comprometendo a vida da empresa;
  • garantir a subsistência do empresário e de seus funcionários;
  • garantir o faturamento da empresa hoje e no futuro;
  • conhecer os custos operacionais da empresa;
  • avaliar o grau de satisfação dos clientes;
  • atender aos prazos de entrega;
  • melhorar a qualidade do produto ou serviço.

Alguns exemplos de indicadores

GRAU DE DEPENDÊNCIA:

Fórmula de cálculo: dividir o total de faturamento com produtos e serviços de um determinado cliente pelo total de faturamento da MPE. Principal aplicação: controlar e diminuir o grau de dependência da empresa com relação ao faturamento de um determinado cliente.

NOVOS CLIENTES:

Fórmula de cálculo: número de novos clientes que a micro ou pequena empresa conquistou no mês. Principal aplicação: controlar o número de novos clientes que participam do faturamento da MPE no mês atual. Possui aplicação também na redução do grau de dependência de um determinado cliente no faturamento da micro ou pequena empresa.

GASTO GERAL DE FABRICAÇÃO DA MPE:

Fórmula de cálculo: dividir o gasto geral de fabricação pelo faturamento total da MPE. Principal aplicação: controlar o gasto geral de fabricação da MPE ou controlar qual a participação do gasto geral de fabricação no faturamento total da micro ou pequena empresa.

AUMENTO DO FATURAMENTO DA MPE:

Fórmula de cálculo: dividir o faturamento geral do mês atual pelo faturamento geral do mês anterior. Principal aplicação: controlar o percentual do aumento de faturamento da MPE.

QUALIDADE:

Fórmula de cálculo: dividir o total de produtos ou serviços produzidos com defeitos pelo total de produtos ou serviços produzidos pela micro e pequena empresa.Principal aplicação: controlar o índice de qualidade dos produtos ou serviços produzidos pela MPE.

LUCRO LÍQUIDO OPERACIONAL DA MPE:

Fórmula de cálculo: diminuir o faturamento total líquido pelos gastos gerais da micro e pequena empresa. Principal aplicação: controlar o lucro líquido da MPE.

RESULTADO OPERACIONAL DA MPE:

Fórmula de cálculo: dividir o lucro líquido operacional da micro e pequena empresa (faturamento total menos gastos gerais) pelo ativo total da MPE. Principal aplicação: controlar o Retorno Sobre o Investimento (RSI) da MPE ou controlar quanto cada real investido retorna para a empresa ou empresário.

EFICIÊNCIA COMERCIAL DA MPE:

Fórmula de cálculo: dividir o total de orçamentos aprovados pelos clientes pelo total de orçamentos elaborados e enviados para os clientes da micro e pequena empresa. Principal aplicação: controlar a taxa de eficiência de conversão dos orçamentos elaborados e enviados. Controlar também a qualidade da elaboração dos orçamentos pela MPE.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *