Porquê você deve se importar com uma sugestão.

Os sistemas de gestões de ideias surgiram nas empresas antes da segunda guerra mundial, mas só foram amplamente difundidos com a onda de Controle de Qualidade das últimas décadas. Os programas de gestões de ideias ganharam corpo a partir do momento que grandes empresas começaram a identificar a necessidade de buscar soluções inovadoras para as mais diversas situações e nos diversos departamentos da empresa, como por exemplo, um problema de produção, a necessidade de reduzir custo ou gerar ideias para desenvolver novos produtos. Passou-se a estimular as pessoas a pensarem de forma não convencional na avaliação dos problemas e na identificação de oportunidades de melhoria, buscando soluções inovadoras.

Hoje em dia todo mundo fala em inovação para reduzir custos, aumentar a satisfação do cliente, produtividade, geração de novos produtos, vendas etc. Mas inovação depende, para começar, de sugestões e ideias, as quais serão analisadas partindo da viabilidade de implementação. É importante diferenciar o que significa ter uma caixa de sugestão e um programa corporativo de gestão de ideias. Não se fala mais em caixa de sugestão, mas em programas estruturados e estratégicos de gestão de ideias, que é um assunto ainda emergente com enorme potencial para os negócios. Por que? Simplesmente porque depositar uma sugestão ou ideia em uma caixa, não vai resolver o problema. Será necessário ponderar sobre diversos aspectos antes mesmo de testar a ideia.

motivaçãoDiferentemente de uma simples caixa de sugestão, programas de sugestões ou gestão de ideias, podem envolver, entre outros aspectos:

  • Atualização constante dos funcionários sobre metas da empresa, resultados alcançados, dificuldades enfrentadas, desafios do negócio, convidando-os a colaborar com ideias inovadoras;
  • Esforços sistemáticos para estimular o potencial criativo dos colaboradores;
  • Reconhecimento de que as ideias precisam ser analisadas individual e criteriosamente antes de serem consideradas como viáveis ou não. É possível considerar critérios como, por exemplo, adaptações necessárias na empresa para que a ideia seja implantada, tipo de melhoria que se espera obter, tempo de resposta dos resultados esperados, entre outros;
  • Mecanismos de colaboração para melhoria de ideias (tirando o foco estreito de decisão do tipo “aceita” ou “não aceita”, sem que tenham sido feitas maiores análises);
  • Liderança constantemente atenta e motivadora nos vários níveis da empresa.

Um programa de sugestões ou ideias tem vários objetivos e vantagens, tais como:

  • Fortalecer as relações dentro das equipes de trabalho e reconhecer as contribuições individuais e coletivas;
  • Incentivar o diálogo entre os diferentes níveis hierárquicos de uma empresa e entre diferentes setores;
  • Incentivar o diálogo entre lideranças e equipes sobre desempenho nas atividades;
  • Monitorar resultados conforme ideias de melhorias implantadas (comparar como era, o que se espera da ideia com o efetivo resultado alcançado);
  • Reconhecer talentos e contribuir para maior integração das necessidades e aspirações do funcionário com os objetivos e aspirações da empresa. É fundamental ressaltar a importância e necessidade de análise e validação das ideias recebidas ao se implementar um programa deste tipo na empresa, assim como dar retorno aos funcionários sobre as ideias consideradas inviáveis à implantação, neste momento.

Ao implementar o programa na empresa, os ganhos vão além da redução de custos, aumento de produtividade e qualidade. As pessoas passam a compreender melhor o seu papel no alcance de melhores resultados para a empresa, ampliam sua visão sobre o negócio da empresa, passam a ter desafios e se motivam a superá-los, gerando um ambiente de trabalho muito mais harmonioso e produtivo.

6 opiniões sobre “Porquê você deve se importar com uma sugestão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *